segunda-feira, 29 de abril de 2013

[Destaque Nacional] Juntos para Sempre - Walcyr Carrasco

Título: Juntos para Sempre
Autor: Walcyr Carrasco
Editora: Arqueiro
N° de páginas: 206
Sinopse: Alan é um advogado bem-sucedido de São Paulo e leva uma vida aparentemente perfeita: mora em uma cobertura luxuosa, namora uma mulher lindíssima e pode ter tudo o que quiser. Mas todas as noites é atormentado por um sonho que o leva a um amor de outra vida. Assiste à morte na fogueira de uma jovem. E nesse momento promete: “-Eu me amarei para sempre!”. Quando desperta o sonho fica em sua cabeça. Envolvido por esse mistério, Alan vive dias de angustia. Tudo muda quando ele viaja para uma cidade do interior e encontra uma moça semelhante à que aparece em seu sonho. A profunda emoção que sente ao vê-la confirma que é a mesma pessoa. Essa é a primeira de várias evidências de que nada acontece por acaso. Mas, para seu espanto, a moça foge aterrorizada ao deparar com ele. Agora Alan precisa descobrir quem é essa mulher e qual é a ligação entre eles. Para isso, terá que rever sua existência e descobrir que as coisas realmente importantes não podem ser compradas. Auxiliado pela Terapia de Vidas Passadas, ele se entregará a uma árdua jornada de autoconhecimento. E entenderá que, embora o passado não possa se mudado, há uma nova vida para superar os erros e refazer os laços de amor, em busca de um futuro luminoso. Juntos para sempre é um livro cativante, escrito com a sensibilidade de Walcyr Carrasco, consagrado autor da TV Globo, conhecido por novelas como Alma gêmea, O cravo e a rosa e Chocolate com pimenta, todas campeãs de audiência.

Nota Pessoal:
“Uma vez me disseram que na vida temos duas famílias. Aquelas em que a gente nasce e aquela que escolhemos...” Pág:86
Juntos para Sempre é uma história de amor. Mas, mais que isso, é uma história sobre perdas, medos, traumas, perdão e amizade, com uma pitada de mistério transcrita de uma forma magicamente boa de ler.
Alan é um advogado que vivia de luxos, fruto proveniente do seu trabalho bem exercido. Espera muito da vida, mas mantém – ou tenta manter – uma relação superficial com Érica, uma mulher que só pensa em status, roupas caras e pessoas ‘importantes’ – ou importantes na visão distorcida dela.
Um sonho que se repetia noite após noite e atormentava a vida de Alan, parece que só consegue ficar mais forte e vívido com o passar do tempo. Nele, o advogado se vê transportado para uma época distante, no corpo de alguém estranho, prometendo algo quase que impossível de se acreditar perante a situação: amar uma jovem mulher, acusada de bruxaria e condenada à fogueira.
Mas foi quando seu amigo Tobias - que nunca tomou um rumo na vida – recebeu uma misteriosa herança de um tio distante, que a vida agitada de Alan começou a mudar. A insistência de Tobias para que o advogado cuidasse pessoalmente da papelada do processo, levou Alan a um mundo que ele nunca imaginara.
Em uma tarde qualquer, tentando conhecer a cidade, Alan se depara com a jovem mulher do seu sonho. Tamanho foi o susto que ambos levaram. Ele por reconhecer imediatamente, mesmo que tivesse traços diferentes, que aquela mulher era a que povoava seus sonhos. Ela por sentir uma angustia que tomava seu peito, lenta e misteriosamente, quando o vi pela primeira vez.
“ – Alan, não há forma para lidar com os sentimentos. Amar não é como matemática onde dois mais dois são quatro...” Pág:176
Daí, uma série de fatores levam Alan a fazer regressões – Terapia de Vidas Passadas – e tentar desvendar o mistério do sonho, e a repulsa que Anna, a mulher misteriosa dos sonhos e da vida real, sentia por ele.
O livro tem uma temática interessante, e o jeito como o Walcyr conduz toda a história é muito bom. Alan é um personagem bem desenvolvido e temos a história sob o seu ponto de  vista. Na verdade, ao longo de toda a leitura achei o personagem muito conflituoso. Ao mesmo tempo que ele tentava desesperadamente aproximar-se e ganhar a confiança de Anna, tinha medo e tentava ao máximo adiar a tão temida conversa com a Érica.
O autor leva toda a história em uma linguagem simples e singular, e o livro é recheado de citações que faz o leitor refletir sobre a vida, e como algumas decisões impensadas podem desencadear em uma sucessão de coisas desagradáveis para si e para os outros.
Em controvérsia, algumas partes são tratadas superficialmente e quase corridas, como se não tivessem grande importância na narrativa – quando na verdade eu achei que tinha. Tudo acontece muito rápido, o que me causou duas sensações distintas: o gostar de tudo ter um ritmo mais rápido, dinâmico, prendendo o leitor da primeira a última página; e a necessidade de querer ler algo mais aprofundado, cenas mais demoradas, com diálogos mais longos.
Mesmo não lendo muito sobre o tema em si – vidas passadas/reencarnação – o jeito como o autor o abordou muito me agradou.
“ – Mas o que realmente importa não é o que vivemos em outra vida.
-  O que é então, Anna?
- O que vamos viver nessa de agora. Nós dois.
E, pela primeira vez, Anna me beijou...” Pág: 203
E a história de Anna e o irmão é incrível. Sim, eles são os dois personagens que mais gostei no livro, tanto pela fundamental importância que ambos desempenham na história, como na história de vida que tiveram ao lado do tio de Alan.
E pra mim, o Walcyr não poderia descrever melhor o fascínio que os irmãos Anna e Tobias compartilhavam pelo circo; Mesmo que através de  cenas rápidas, o cenário encantador, palco do espetáculo circense descrito quase que minuciosa e encantadoramente, o autor só aumentou o fascínio que tenho por livros que abordam o tema 'circo'.
Um livro encantadoramente belo, que mesmo tendo cenas um pouco corridas e pouco aprofundadas, consegue prender o leitor do começo ao fim; E principalmente: nos passa uma bela e profunda lição.
BOA LEITURA!

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Oi Ronaldo :)

    Eu li uma matéria sobre esse livro na revista VEJA e fiquei mais doido ainda para ler, estava doido para ler a resenha de alguém de confiança para comprovar se o livro seria bom ou não, pelo jeito vou adorar, abraços !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    A literatura nacional cada dia marcando mais sua presença, isso é ótimo.
    Essa premissa me deixou muito curiosa por conhecer essa história por completo, gosto dessa coisa do sobrenatural na trama. Muito bem colocada sua opinião.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  3. Se antes eu já estava interessada pela obra, agora então. Gosto muito de enredos reflexivos e pensantes, e saber que trata-se sobre perdas, medos, traumas, perdão, amizade, dentre outros, me fez pensar que também pode ser emocionante; me fez pensar no grau de verossimilhança da história.

    Muito bom saber mais detalhes sobre a trama... e a sua resenha ficou excelente, Ronaldo. Parabéns!

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. É maravilhoso esse livro. Recomendadíssimo

    ResponderExcluir